Campeão Dirlei Mão de Pedra continua dono do cinturão do Jungle Fight. Márcia Oliveira e Cassiano Laureano vencem suas lutas

dirlei_campeao

Dirlei Mão de Pedra  se consagra no Jungle Fight (Foto: Leonardo Fabri)

Consagrando-se como o maior nome do MMA gaúcho em ação no cenário nacional, o Meio Pesado Dirlei “Mão de Pedra” Broenstrup (Boxer MMA) tem motivos de sobra para comemorar suas últimas performances.

No sábado, 05, fazendo a luta principal no Jungle Fight 84, Dirlei “Mão de Pedra” anotou a sua 14ª vitória no MMA. Sem conhecer o amargo sabor derrota desde 2012, o lutador que se divide treinando MMA e trabalhando como Socorrista da SAMU, emplacou o seu oitavo triunfo consecutivo.

Mas não foi apenas a vitória o motivo principal de sua vibração ao ter seu braço erguido em triunfo. Além da vitória no cage circular do Jungle Fight, Mão de Pedra manteve o seu título de campeão da divisão dos Meio Pesados da principal organização do esporte na América Latina, ao finalizar no round de número 2, o seu oponente Marcus Montanha.

Encarando um adversário com uma envergadura maior, Dirlei aplicou a sua estratégia usual. Encurtou a distância e levou Montanha para o chão para puní-lo no ground’n’pound. Mas tão logo Montanha dei as costas para se defender, o campeão da divisão acabou encaixando um mata-leão que definiu o duelo, em mais uma defesa de título que fica no Rio Grande do Sul.

Queria trocar e me soltar mais, mas a envergadura dele me pegava lá na esquina. Consegui colocar para baixo e acabei mudando o meu jogo. Para muitos parece um jogo chato, mas foi como eu consegui minhas 8 vitórias consecutivas e vem dando certo

Além da vitória de Dirlei “Mão de Pedra”, outros dois lutadores representantes da bandeira tricolor do Rio Grande do Sul  colocaram seus nomes no panteão dos vitoriosos do Jungle Fight. Colega de treinos de Mão de Pedra na Boxer MMA, a Peso Palha Feminino Márcia Oliveira anotou uma nova vitória em seu cartel ao nocautear Natasha Frazão. Triunfo também obteve o Peso Galo Cassiano Laureano (Luis Brito MMA/Synergy Team) finalizou Nathan Batista com mata-leão no primeiro assalto.

Único revés gaúcho no Jungle Fight 84 ficou por conta do lutador Anderson Souza (Boxer MMA), que acabou sendo derrotado pelo paulista Sidnei Souza na decisão unânime dos juízes laterais.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: