WSOF retira título de campeão dos Pesos Meio Médios do brasileiro Rousimar “Toquinho”

Toquinho não é mais o dono do cinturão do WSOF (Foto: Divulgação/WSOF)

O brasileiro Rousimar “Toquinho” Palhares (18v-6d) acrescentou em seu currículo no MMA mais uma polêmica após o último sábado, 01, quando fez a luta principal do WSOF 22.

Em luta valendo a defesa do seu cinturão contra o norte-americano Jake Shields, o brasileiro venceu o oponente aplicando uma kimura. Entretanto, mais uma vez Toquinho acabou segurando tempo demasiado a chave, fazendo com que Shields aplicasse um soco no rosto do brasileiro com a luta encerrada.

Mesmo mantendo o cinturão, os dirigentes do WSOF afirmaram que iriam analisar o caso com atenção e uma punição ao atleta da Team Nogueira não estava descartada.

E a punição veio.

Nesta terça-feira, 04, o ex-lutador Ray Sefo, presidente da organização, anunciou a destituição do título do lutador, além de uma suspensão por tempo indeterminado. Em 2013 Rousimar “Toquinho” já havia sido banido do UFC justamente por ser acusado de “atitude anti-desportiva”. Após a sua saída do Ultimate Fighting Championship, o brasileiro foi contratado pelo WSOF, onde lutou por 3 oportunidades, vencendo sempre por finalização.

Apesar de reincidente, Rousimar “Toquinho” Palhares nega ser um lutador maldoso, alegando que apenas aguardou a sinalização do árbitro central para aliviar a chave kimura.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: