Carolina Karasek vence em Curitiba e conquista cinturão da Copa Striker’s House 50. Gaúcha anotou mais uma finalização

Carolina tem seu braço erguido como primeira campeã Peso Palha do evento (Foto: Márcio Valle/1º Round)

A noite de sábado, 20, foi especial para a lutadora gaúcha Carolina Karasek (5v-1d). Pela primeira vez Carolina lutou fora do Rio Grande do Sul, em Curitiba. Pela primeira vez, Carolina fez a luta principal de um evento de MMA, a Copa Striker’s House 50. E, pela primeira vez, Carolina Karasek volta para a sua cidade de Harmonia/RS com um cinturão de campeã em torno de sua cintura, ao derrotar a lutadora sergipana Karol Mutante.

Mas não foi a primeira vitória por finalização. Conhecida por sua exuberante técnica no Muaythai, a striker Carolina Karasek triunfou sobre a oponente sergipana com uma finalização, a terceira finalização da atleta da Equipe Spartacus em sua carreira no MMA profissional.

Programada para ocorrer em até 5 assaltos, a disputa do título de campeã das Pesos Palhas Feminino da Copa Striker’s House foi até o terceiro round. Mostrando uma evolução em seu jogo de chão a cada luta disputada, Karasek finalizou Karol Mutante com a sua temível chave de braço.

A luta foi muito dura. Começou conforme o planejado. Sabíamos que a Karol Mutante era mais alta, com uma envergadura maior, então a ideia era experimentar em pé, mas levar a luta para o chão o quanto antes.

Logo no primeiro minuto do duelo, Carolina Karasek conseguiu quedar sua oponente, mas o árbitro central logo levou o combate para a posição inicial novamente. Mais uma vez, a pupila de Alan Moysés levou a sergipana para o solo onde, por pouco, nao encerrou o combate aplicando um triângulo defendido por Karol Mutante.

Se no round inicial a vantagem foi da gaúcha, o assalto seguindo foi de Karol Mutante, com a luta se desenvolvendo, em sua maior parte, de pé.

No terceiro round eu sabia que o négocio era ir para o chão, por cima ou por baixo. Tentei a queda, mas minha oponente defendeu. Então acabei puxando-a para a guarda.. Acreditei e trabalhei com calma até consegui novamente o arm lock.

Como o combate valia o cinturão do evento, a previsão era para uma luta de até 5 rounds.  “Eu estava bem para ir até o 5º round, mas percebi que ela estava com mais gás do que eu. Já conversei com meu Mestre Alan Moysés  e alguns ajustes no treinamento foram cogitados. Mas em geral, foi a minha melhor preparação até hoje”, afirmou Carolina Karasek.

Mas engana-se quem pensa que a luta foi fácil para a gaúcha. A adversária de Carolina surpreendeu ao conectar joelhadas e socos muito pesados, além da maior envergadura que facilitou a trocação em pé.

O que de melhor tirei dessa experiência é que tenho um coração enorme para a luta. Mesmo tomando uma ruim, pude me manter calma e achar o caminho para a vitória.

Carolina Karasek fez a sua segunda luta em um período de um mês, anotando mais uma vitória em sua carreira e emplacando a segunda finalização seguida. Emocionada ao fim do combate, já de posse do cinturão de campeã das Pesos Palha, Carolina Karasek deixou rolar algumas lágrimas pelo seu rosto. Mas foram lágrimas de contentamento, de emoção por superar as dificuldades e por ter alcançado o seu objetivo principal.

Chorei por conta das dificuldades que passei e por ter conseguido dar a volta por cima, Muitas coisas passaram pela minha cabeça nos intervalos dos rounds. Eu havia perdido feio o 2º round, estava cansada e tinha poucos instantes para visualizar a resposta para a luta.

A sensação foi de plenitude, lembrando de cada dificuldade enfrentada nos treinamentos e de todas as pessoas envolvidas. Virar uma luta dessa meneira traz um gosto especial ao triunfo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: