Jon Jones não é mais o campeão dos Meio Pesados do UFC. Lutador foi punido após se envolver em mais uma confusão

Agora ex-campeão dos Meio Pesados, Jones se envolveu em mais uma confusão

O inferno astral de Jon “Bones” Jones parece não ter mais fim. Dono do cinturão da divisão dos Meio Pesados desde março de 2011, quando derrotou o brasileiro Maurício “Shogun” Rua por nocaute técnico, o americano viu o seu título ser retirado após uma reunião realizada com o UFC na noite dessa terça-feira, 28, que contou com a presença do lutador, Lorenzo Fertitta, Dana White e Lawrence Epstein, vice presidente da organização.

O atleta, que já havia se envolvido em um episódio de consumo de cocaína no final de 2014, agora se viu em mais uma confusão. Jon Jones foi detido pela polícia de Albuquerque, no Novo México, após ter se ausentado do local de um acidente de trânsito, onde uma jovem grávida acabou ferida.

Em 2012, Jon Jones foi protagonista de outro problema no trânsito. O atleta da Jackson MMA foi preso por dirigir sob efeito de alcool e bater em um poste em Nova Iorque. Na ocasião, Jones se declarou culpado e foi multado em US$ 1.000,00, além de ter a sua carteira de motorista suspensa por seis meses.

Jon Jones teve uma primeira audiência no tribunal local nessa terça-feira, mas não se manifestou. A data da nova audiência ainda não foi marcada.

Com 22 lutas profissionais de MMA, Jon Jones acumula um total de vinte e um triunfos, com apenas uma derrota na carreira que teve início em 2008. Jones, que vinha de uma sequência de 12 triunfos, defendeu o seu cinturão em oito oportunidades, além de levar para casa 7 bônus por atuações.

Confira a nota oficial do UFC sobre o caso:

“O UFC anuncia que está suspendendo Jon Jones por tempo indeterminado e retirando o seu cinturão peso-meio-pesado como resultado das violações ao código de conduta da nossa organização. Jones foi recentemente preso em Albuquerque com uma acusação de crime por fugir do local do acidente envolvendo uma pessoa ferida. Como resultado dessa acusação e de outras violações do nosso código de conduta, a organização acredita que é melhor conceder tempo ao Jones para que ele foque nas suas pendências legais.

O UFC sente fortemente que os atletas precisam seguir algumas normas dentro e fora do octógono. Embora haja um certo desapontamento nesses acontecimentos recentes, a organização continua apoiando o Jones enquanto ele estiver passando por esse processo legal.

Com essa decisão, o UFC determinou que o desafiante número um, Anthony Johnson, passa a enfrentar o terceiro colocado, Daniel Cormier, pelo cinturão dos meio-pesados no UFC 187, dia 23 de maio, em Las Vegas”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: