Nocautes e duelos emocionantes marcam a primeira edição do Revolution MMA.

Milton

Milton Tattoo vence a luta principal do Revolution MMA

Por muitos anos, a cidade gaúcha de Pelotas foi considerada a “Capital das Lutas” no RS, concentrando em seus diversos eventos as maiores rivalidades do esporte. Mas após a noite do último domingo, 07, com a chegada do Revolution MMA, a cidade da região sul tem tudo para voltar a ostentar tal título.

Em sua primeira edição, o Revolution MMA não deixou a dever para nenhum grande evento gaúcho, tanto em termos da qualidade dos combates realizados e atletas envolvidos, como em estrutura e preocupação com os lutadores que deram o show no Ginásio da Agremiação.

“Sou lutador e sei bem a etrutura que nós, atletas, necessitamos para poder realizamos o nosso trabalho dentro do octógono da melhor forma possível. E desde o primeiro momento trabalhei para que isso ocorresse”, afirmou o promotor e atleta Milton César “Tattoo”.

Em confrontos de estilos, Milton “Tattoo” vence com uma guilhotina

Contando com quase totalidade do público presente ao Ginásio da Agremiação torcendo a seu favor, o experiente Milton César “Tattoo” fez a luta principal do Revolution MMA no duelo contra o bajeense Diogo Esquilo, em um clássico confronto de estilos, Jiu Jitsu x Muay Thai.

O início do combate marcou uma vantagem inicial de Diogo Esquilo, que encaixava a maioria dos seus socos e chutes no oponente Tattoo. Para o público presente, isso foi a senha para aumentar os gritos de “Tattoo, Tattoo”. Sentindo o apoio de sua torcida, Milton Tattoo clinchou Esquilo e conseguiu uma queda no centro do octógono.

Jogando em “seu chão”, Tattoo rapidamente dominou as ações e encaixou uma guilhotina em Diogo, que resistiu até onde pode, mas foi obrigado a sinalizar a desistência do combate para imensa alegria do público e dos colegas de treinos de Tattoo, que invadiram o octógono para celebrar com o atleta.

Nocautes relâmpagos marcam o Revolution MMA

Na co-luta principal da noite, Diovane “Katiall” Ribeiro, representando a cidade de Pelotas, simplesmente não tomou conhecimento de Guilherme “Boxer” Teixeira. Tão logo o árbitro central Nelson Velasques autorizou o inicio do duelo entre os Pesos Leves, Katiall partiu de forma fulminante para cima de Guilherme, não dando chances para a mínima reação do mesmo. Com 22 segundos de luta, o cronometro foi travado e a vitória foi dada ao atleta da Top Brother/Pelotas.

Extremamente feliz com o seu desempenho, Diovane “Katiall” declarou ainda dentro do octógono que se redescobriu em sua nova categoria de Peso. “Quem vai mandar na 70 quilos serei eu”, afirmou o lutador.

Na segunda luta mais rápida do Revolution MMA, o duelo entre os pelotenses Robinson “Cabelo” Silveira e Adriano “Lek Lek” Almeida não chegou ao primeiro minuto. Tão logo a luta iniciou, Robinson levou Adriano para o solo e de dentro da guarda de seu oponente passou a desferir fortes socos. Já de guarda passada, Robinson “Cabelo” passou a martelar incesantemente a face de Adriano Almeida, obrigando o árbitro central a interferir e acabar com o duelo, decretando a vitória do lutador da DMFT.

Tic empata o jogo contra Chuleta

Refazendo um duelo travado no mês de junho passado, o bajeense Willian Cuadros “Tic” voltou a enfrentar o seu algoz, o Peso Mosca Dener “Chuleta” Santos. Se na vez pretérita, o triunfo foi de Dener com uma finalização, o sucesso não se repetiu ontem. Com bons poucos trocados por ambos os lutadores, Tic aplicou um nocaute em Dener quase ao final do round inicial, garantindo o empate na disputa pessoal entre os atletas.

Finalização e um golpe irregular abriram os trabalhos no MMA

Um dos grandes nomes da trocação no RS voltou a calçar as lutas de 4 onças para um novo desafio de MMA. André Lopes “Bagé”, companheiro de treinos de Robinson “Cabelo”, mostrou todo o seu conhecimento da Arte Suave ao aplicar um mata-leão em Luan Rocha quando o cronômetro marcava pouco mais de 2 minutos do desafio entre os lutadores.

A primeira luta de MMA do card do Revolution MMA foi marcada por uma breve polêmica. Contando em seu córner com a presença do atleta Luis Fernando “Hulk”, contratado pelo maior evento europeu de MMA, o atleta Renan Bueno viu frustrada toda a sua estratégia de luta ao ser desclassificado do combate ao acertar uma joelhada na cabeça de Douglas “He Man” Felipe, quando o mesmo encontrava-se na posição de quatro apoios.

Nos combates de Muay Thai, alegria do filho contrastou com a frustração do pai

Escalados pela primeira vez para lutarem no mesmo card em um evento em sua cidade natal, as reações de Rogério Menna e Douglas Menna, pai e filho, foram diferentes na noite de domingo.

Em uma aguarda luta de Muay Thai, Wilson “Marreta” Dutra não deu chance para que o experiente Rogério Menna colocasse em prática suas técnicas da Arte Tailandesa. Ainda nos primeiros segundos do round de número dois, Marreta aplicou um knockdown em Menna, fazendo com que o árbitro Nelson Velasques abrisse a contagem. Ato contínuo, Menna não conseguiu reagir e retornar ao duelo, fazendo com que Marreta levasse a vitória.

Diferente trajetória teve Douglas Menna em seu duelo contra o serrano Leomar Mascarelo. Foram três rounds onde, apesar das reações de Mascarelo, a técnica de “Menninha” foram a tônica do confronto. Após o término da luta, somados os pontos das papeletas dos árbitros, Douglas Menna vibrou com a vitória por unanimidade.

No único combate feminino, a bajeense Thaiane Souza derrotou a lutadora de Rio Grande Aline Martins por decisão unânime após os três rounds de luta. Igual resultado obteve Gregory Vargas em seu combate contra Jeferson Catatau.

Confira os resultados completos do Revolution MMA: 

MMA

– Milton Cesar ‘Tattoo’ venceu Diogo Esquilo – Finalização (guilhotina) – 2’34” R1

– Diovane ‘Katiall’ Ribeiro venceu Guilherme “Boxer” Teixeira – KO – 0’22” R1

– Robinson “Cabelo” Silveira venceu Adriano “Lek Lek” Almeida – TKO – 0’37” R1

– William Cuadros “Tic” venceu Dener “Chuleta” Santos – KO – 4’35” R1

– André Lopes ‘Bagé’ venceu Luan Rocha – Finalização (mata-leão) 2’15” R1

– Douglas “He Man” Felipe venceu Renan Bueno – Desclassificação (joelhada em quatro Apoios) – 1’31” R2

Muay Thai

– Wilson “Marreta” Dutra venceu Rogério Menna – TKO – 0’44” R2

– Thaiane Souza venceu Aline Martins – Decisão Unânime

– Douglas “Menninha” Menna venceu Leomar Mascarelo – Decisão Unânime

– Gregory Vargas venceu Jeferson Katatau – Decisão Unânime

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: