Maurício Shogun decepciona novamente. St. Preux aplica nocaute com apenas 34 segundos

St.Preaux apaga Shogun em 34 segundos (Foto: Alexandre Loureiro, Inovafoto)

Na tão aguardada luta principal do UFC Fight Night: Shogun vs. St. Preux, que chegou pela vez primeira na cidade mineira de Uberlândia, o brasileiro ex-campeão do GP do extinto Pride e ex-campeão dos Meio Pesados do Ultimate Fighting Championship Maurício “Shogun” Rua não terá motivos para guardar lembranças da noite de sábado, 08.

Escalado inicialmente para duelar contra o nigeriano Jimi Manuwa, Maurício “Shogun” (20v-10d) viu o seu oponente ser alterado após Manuwa ter quebrado seu pé durante os treinos. Subindo no octógono para medir forças contra o haitiano Ovince St. Preux (17v-6d), o ex-campeão do UFC não conseguiu resistir a mais do que 34 segundos frente ao adversário. Após encaixar um potente cruzado de direita que levou Shogun à lona, St. Preux não precisou aplicar muitos golpes no brasileiro para ver o árbitro central interromper o castigo, declarando-o como vencedor do combate principal.

Com mais essa derrota de Shogun, a segunda consecutiva, o brasileiro continua com o seu cartel completamente irregular no maior evento de MMA do planeta, estando muito longe do auge de sua carreira nos tempos do extinto Pride. Após anotar a sua 17ª vitória no mixed martial arts, OSP afirmou que gostaria de subir novamente no octógono para encarar um novo brasileiro, o Meio Pesado Fábio Maldonado.

Escalados para fazerem a co-luta principal da noite, o norte-americano Ian McCall e o brasileiro John Lineker não se enfrentaram. McCall, após a pesagem ocorrida na sexta-feira, 07, passou mal por conta de uma infecção intestinal e a luta restou cancelada.

Confira os resultados completos do UFC Fight Night: Shogun vs. St. Preux:

– Haiti Ovince St. Preux venceu Brasil Maurício Rua – TKO – 0’34” R1

– Brasil Warlley Alves venceu Estados Unidos Alan Jouban – Decisão Unânime (29-28, 29-28 e 29-28)

– Brasil Cláudio Silva venceu Inglaterra Leon Edwards – Decisão Dividida (28-29, 29-28 e 29-28)

– Brasil Dhiego Lima venceu Brasil Jorge Oliveira – Decisão Unânime (30-27, 30-27 e 30-27)

– Brasil Juliana Lima venceu Estados Unidos Nina Ansaroff – Decisão Unânime (29-28, 29-28 e 29-28)

– Chile Diego Rivas venceu México Rodolfo Rubio – Decisão Unânime (30-27, 30-27 e 30-27)

– Brasil Caio “Monstro” Magalhães venceu Estados Unidos Trevor Smith – KO – 0’31” R1

– Brasil Leandro Silva venceu Estados Unidos Charlie Brenneman – Finalização (Mata Leão) – 4’15” R1

– Brasil Thomas Almeida venceu Estados Unidos Tim Gorman – Decisão Unânime (30-27, 30-27 e 29-28)

– Estados Unidos Colby Covington venceu Brasil Wagner Silva – Finalização (Mata Leão) – 3’26” R3

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: