Após sufoco no primeiro round, Thiago Bel nocauteia adversário até então invicto no The Hill Fighters 4

Lutando em casa, Thiago Bel vence mais uma (Foto: Márcio Vale/1º Round)

O evento The Hill Fighters realizou neste domingo, dia 28 de setembro, no Ginásio Ney Braga, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba, a quarta edição que foi transmitida para todo o Brasil pelo Canal Combate, teve a CABMMA como responsável pela arbitragem, que trouxe Mário Yamasaki, o árbitro brasileiro influente no UFC para alguns combates.

O público compareceu e vibrou em todas as lutas. Os gritos de “Uh Vai Morrer”, foi ecoado pelo ginásio para os atletas de fora de Curitiba e região. Todas as nove lutas, casadas pelo matchmaker Diego Marlon, agradaram o público pela disposição e agressividade por parte dos lutadores, que tentavam a todo custo terminar a luta antes do gongo final. Apenas três lutas foram decididas pelos árbitros laterais.

Na luta principal, o ex-TUF Brasil Thiago Bel, nocauteou o até então invicto Luiz André Arcanjo no início do segundo round, após sofrer na etapa inicial. Emocionado, Bel falou sobre a vitória:

Primeiramente, eu estou muito emocionado. Ele é um atleta faixa preta muito bom, é muito experiente no chão, eu treinei muito a parte de chão com o Serginho Moraes, Fernandinho Vieira o Pepey, toda essa galera me ajudou, o Massaranduba e toda a galera da Evolução Thai. No primeiro round eu fiquei por baixo eu não me afobei, tentando fazer as coisas tranquilo pra não me expor e dar uma chance dele me pegar. No segundo round, vim decidido para nocautear, eu tava treinando muito o chute frontal, e graças a  Deus consegui colocar bem no queixo dele, ele sentiu e eu acabei conseguindo o nocaute.

No co-evento principal, o experiente Marcelo Brito se mostrou com muita disposição para vencer Renato Pezinho. Em três rounds, Brito convenceu que ainda tem muita lenha pra queimar, vencendo o atleta de Londrina, no norte do estado do Paraná, na decisão dividida. Brito comentou sua performance:

Eu já sabia que era um adversário muito duro, que gostava de briga, então minha estratégia era manter a distância, entrar golpeando e botando pra baixo, foi basicamente o que a gente veio treinando isso, sabia que ele jogava muito o joelho, mas na minha preparação eu estava muito bem, meu técnico Diego Gasparetto e toda a minha equipe me deu muito suporte e deu tudo certo. Eu não achei justo a decisão dividida, porque eu deu mais golpes no segundo round, poderia ser unânime, mas o que interessa é a sair com a vitória, sensação de dever cumprido, agora ir pra casa e voltar pra família.

Rivalidade:

Na rivalidade  caseira entre a Chute Boxe e a Evolução Thai, melhor para a equipe do invicto Júlio César “Gaúcho”, que venceu por unanimidade o atleta ex-XFC Cristiano Frohlich. Gaúcho comentou a respeito de mais uma vitória na carreira e enalteceu seu oponente:

A luta foi dura pra mim,  eu achei que o Cristiano absolveu bem os golpes,  talvez golpes que a maioria teria desistido, ele também acertou bons golpes ali em mim, com a perna esquerda que ele chuta bem, uns cruzados, cotovelo que eu vi pegar também, e poderia ter me cortado mais o rosto, mas eu gostei da luta. Achei o Cristiano um lutador bom e aprimorando tecnicamente, tanto ele quanto eu temos bastante tempo para procurar fazer boas lutas. Eu tentei algumas finalizações, mas ele resistiu bem, e a luta foi decorrendo desta forma, foi uma luta bem gratificante pra mim, luta de três rounds.

Confira os resultados completos do The Hill Fighters 4:

– Thiago Bel (Evolução Thai) venceu Luiz Andre Arcanjo (Nova União/Thai Gaspar) – TKO R2

– Júlio César Gaúcho (Chute Boxe) venceu Cristiano Frohlich (Evolução Thai) – Decisão Unânime

– Marcelo Brito (MB Team) venceu Renato Pezinho (Sparta Fight Club) – Decisão Dividida

– Eduardo Garvon (Marcelo Costa Team)  venceu Carlos Leal (Siam/Noguchi/LA) – Decisão Unânime

– Mauri Roque (Teixeira Team)  venceu Willian Steindorf (Neo Dojo) – TKO R2

– Alessandro ¨Espicha¨ Martins (Gile Ribeiro/Noguchi) finalizou Fabiano Hawthorne (Team Hawthorne) no R2

– Bruno Roverso (Chute Boxe) finalizou Victor Tofanelli (Toeikan / Nakahara Fight Team) no R3

– Wellington Turman (Gile Ribeiro) venceu Thiago Natã de Faria (Marafiga Thai / Wado de La Riva) – TKO R2

– Magnum Max (Evolução Thai) venceu Thiago “Alemão” Ferrari (011 MMA Team) – TKO R1

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: