Cruzado de Arlovski nocauteia Pezão. Tibau vence mais uma e Jéssica Andrade domina Larissa Pacheco

Arlovski não tomou conhecimento de Pezão (Foto: Gleidson Venga/Sherdog.com)

Com um card sem grandes nomes do cenário mundial do MMA na edição do último sábado, 13, em Brasília, o UFC Fight Night: Pezão vs. Arlovski ficou devendo para os fãs mais hardcores do esporte. Nem mesmo os grandes árbitros conhecidos de todos se fizeram presentes no Ginásio Nilson Nelson, exceção do brasileiro Mário Yamasaki.

Na aguardada luta principal da noite, que colocou frente a frente os Pesos Pesados Antônio “Pezão” e o ex-campeão do UFC Andrei Arlovski, o público que torcida pelo brasileiro acabou frustrado com menos de 3 minutos de combate. Aplicando dois potentes cruzados de direita no brasileiro, Arlovski acabou nocauteando o seu oponente e alcançou o 23ª vitória em sua carreira. Com a vitória, o bielo-russo apagou a derrota anteriormente sofrida para o brasileiro no extinto Strikeforce.

Mostrando que a experiência fala mais alto dentro do octógono, o Peso Leve Gleison Tibau, o brasileiro com mais atuações dentro da organização de Dana White com 23 lutas, venceu o duro polones na decisão dividida dos juízes laterais. Tibau anotou a sua vitória de número 30.

Já na única luta feminina do UFC Fight Night: Pezão vs. Arlovski, a paranaense Jéssica “Bate-Estaca” Andrade não tomou conhecimento da estreante e, então dona de um cartel perfeito com 10 vitórias, Larissa Pacheco. Jéssica imprimiu o seu ritmo por mais de 4 minutos, dominando completamente Larissa, encaixando uma guilhotina que obrigou sua oponente a sinalizar a desistência, garantindo a sua terceira vitória na sequência no octógono mais famoso do planeta.

Confira os resultados completos do UFC Fight Night: Pezão vs. Arlovski:

– Bielorrússia Andrei Arlovski venceu Brasil Antônio Pezão – Nocaute (Socos) – 2’59” R1

– Brasil Gleison Tibau venceu Polónia Piotr Hallmann – Decisão Dividida (29-28, 28-29 e 29-28)

– Brasil Leonardo Santos venceu México Efrain Escudero – Decisão Unânime (29-28, 29-28 e 29-28)

– Argentina Santiago Ponzinibbio venceu Brasil Wendell Oliveira – Nocaute Técnico (Socos) – 1’20” R1

– Brasil Iuri Alcântara venceu Estados Unidos Russell Doane – Decisão Unânime (29-28, 29-28 e 29-28)

– Brasil Jéssica Andrade venceu Brasil Larissa Pacheco – Finalização (Guilhotina) – 4’33” R1

– Brasil Godofredo Pepey venceu Estados Unidos Dashon Johnson – Finalização (Chave de Braço) – 4’29” R1

– Estados Unidos George Sullivan venceu Brasil Igor Araújo – Nocaute (Socos) – 2’31” R2

– Brasil Francisco Trinaldo venceu Brasil Leandro Silva – Decisão Unânime (29-28, 29-28 e 29-28)

– Estados Unidos Sean Spencer venceu Brasil Paulo Thiago – Decisão Unânime (30-27, 30-27 e 30-27)

– Brasil Rani Yahya venceu Estados Unidos Johnny Bedford – Finalização (Kimura) – 2’04” R2

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: