A briga entre Wanderlei Silva e Chael Sonnen e as opiniões de quem vive o MMA

A briga que os treinadores do TUF Brasil 3 protagonizaram no episódio que a Rede Globo colocou no ar no último domingo continua repercutindo. Após Vitor Belfort se dizer envergonhado com as cenas apresentadas, o NAS GRADES foi ouvir atletas e integrantes da mídia especializada para saber qual a opinião sobre o que todos vimos no domingo e se eles acham que o que ocorreu pode prejudicar o esporte.

Confira as opiniões:

Carolina Karasek, atleta: A maioria das pessoas com quem conversei que não são do meio das lutas, apenas espectadores remotos, acharam que o episódio foi uma armação, para dar popularidade ao programa. Talvez isso seja “menos pior”, digamos assim. Mas armação ou não, a atitude de chamar para a briga foi lastimável, ainda mais em se tratando de um dos maiores ídolos do MMA do Brasil de todos os tempos. Discussão, provocação, encarada, isso tudo é aceitável, mostra uma rivalidade forte, aumenta a expectativa dos fãs para ver a luta, mas chamar pra briga fora do octagon denigre sim o esporte e mostra um descontrole emocional e de ações de alguém que deveria ser profissional sempre. O mesmo serve para a reação de André Dida, que chegou batendo ao invés de ajudar a apartar. Para mim foi bastante decepcionante.

Márcio Miranda, treinador da Elite Thai MMA Team: Acho que não prejudica, pois foi uma ação de marketing para promover o programa. Todo mundo sabe que, em situacao normal, eles resolveriam as diferenças dentro do cage e sairiam abraçados depois, mas não vou negar que não gostei do episódio.

Anderson “Psicopata” Tomé, atleta: Achei uma vergonha, muitas famílias estão vendo, crianças estão acompanhando o TUF Brasil 3. E o Wanderlei colocou tudo fora, tudo o que sempre pregamos sobre respeito em nosso esporte.

Elder Lara, atleta: Eu acho que o esporte não foi prejudicado. Mas não fiquei nada feliz com a atitude do Wandeco. Pois ele passou um pouco dos limites ao cuspir no atleta. Entendi a ira dele com o Sonnen, mas acho que ele saiu mais machucado dessa batalha. E mostrou que o Sonnen não terá dificuldades para por a luta para baixo.

Hugo Krug, treinador da Equipe Hawks: Lamentável tal atitude vindo de um profissional tão querido e popular como o Wanderlei no Brasil. Tal fato só aumenta as barreiras e abastece de argumentos aqueles que, a anos são contrários à profissionalização do MMA no Brasil. Nosso esporte demorou muito tempo para conquistar o espaço que tem na mídia, e hoje está sendo transmitido em cadeia nacional na maior emissora do Brasil. Certamente o sr. Wanderlei Silva perdeu muitos fãs neste último domingo!

Gabriel Dutra, site Sul MMA: Não consigo ainda ter uma opinião formada sobre quem está certo ou errado no episódio. E acho que poucas pessoas podem fazer juízo de valores no momento. Acho que, antes de atletas, Wanderlei e Sonnen são homens, e qualquer um está passível de errar. E eles erraram! Acho que para o bem do esporte, o mais adequado no momento é uma punição a ambos. De nada adianta agora só ficar condenando se nada for feito a respeito e a história passar batida. Acho que a comissão atlética, ou o UFC, poderiam puni-los exemplarmente de alguma maneira, seja com suspensão ou financeiramente. Muitos atletas já erraram, dentro dos campos, quadras, pistas, ou fora deles. Mas como atletas de um esporte de combate, eles têm mais responsabilidade em evitar um conflito do que qualquer atleta profissional de outro esporte. Só não concordo em demonizar os lutadores agora e apagar tudo o que eles já fizeram em suas carreiras por causa desse episódio. Mas, respondendo a pergunta, independente de quem iniciou a confusão ou de quem tenha mais culpa ou menos, acho que, infelizmente, pode prejudicar o esporte sim. Talvez afastando novos adeptos, autoridades e/ou investidores que estavam interessados em apoiar o MMA. Torçamos para que não!

Rafael Sombra, treinador da Sombra Team: Acredito para aqueles que acompanham o esporte gostaram de ver a rivalidade entre o Chael Sonnen e o Wanderlei Silva. Porém, aqueles que são leigos, com certeza, ficaram com uma imagem errada do esporte.

Débora Ferreira, atletaCreio que essa atitude grotesca e visivelmente ensaiada, só traz mais repugna a Rede Gobo. Isso e tudo é mídia! Que acaba tendo essas atitudes para buscar um publico tanto quanto ignorante, que não conhece o que realmente poderia acontecer em uma briga entre dois lutadores profissionais, no qual seria algo catastrófico! Acho que só vai aumentar o número de pessoas que vão discriminar a arte, mas é coisa passageira, o povo não é de guardar por muito tempo. Se fosse, nosso país não estaria assim!

André Benkei, treinador da OxyGym: Sobre o episódio eu só posso dizer que foi lamentável. Uma volta ao passado de rinha, que não corresponde mais ao mundo atual do esporte Acho que também a imagem do país está comprometida e Wanderlei, que é hoje cidadão americano, deveria ter pensado em resolver isso dentro do octagon. Acho que brincaram com fogo e aí todo mundo se queimou.  Mas o que eu espero é uma retratação do meu amigo André Dida, pelo lamentável ato que ele cometeu. E pior que comecar uma briga em rede nacional, é atacar o americano da maneira que ele fez. Acho que foi tudo de cabeça quente e o melhor é um pedido de desculpas aos fãs e uma borracha em tudo isso e que nunca mais se repita no nosso meio. Eu vivi a guerra Chute Boxe x BTT e Luta Livre x Jiu Jitsu, e fui um dos que transitavam entre os dois grupos e aproximaram esses rivais, que juntos montaram o crescimento técnico de nosso esporte. A minha antiga academia, Universo Atletico em Botafogo, uniu em treino essas incriveis modalidades de grappling e de lá aparecerem novas tecnicas de grappling, e tambem por que tinha uma grande amizade com atletas da BTT, mas também com Kawasaki, que era manager japonês da Chute Boxe, também fiz profundas amizades com Anderson, Shogun, Ninja, Dida e outros. E o Anderson é a prova viva que BTT e Chute Boxe juntos criaram esse monstro sagrado do nosso esporte. Temos mais uma vez a oportunidade de evoluir e juntar o jogo do MMA nacional com o wrestling do Sonnen e evoluir mais.

Jorge Velho, treinador da JVT Team: O Wanderlei é um ídolo nacional, muitos adolescentes se espelham nele. Os pais dos alunos colocam seus filhos nas academias para eles terem uma conduta melhor, ter mais disciplina, aprender valores e, principalmente, quem luta não briga. Todas as campanhas já feitas pela paz e ordem se perderam.

Fernando Farias, atleta: Ridículo, um ídolo da grandeza do Wanderlei não poderia se sujeita a esse tipo de atitude anti-esportiva, ou melhor, de uma ignorância imensa. O cara como o Wanderlei tem que dar o exemplo! Fiquei triste por eu ser fã dele e pelo nosso esporte que deu um passo atras depois desse episódio…

Carlos Munaro, site MMA Maníacos: A briga entre Wanderlei e Sonnen, foi uma das coisas mais lamentáveis que aconteceu no MMA nos últimos tempos. No momento em que ultrapassamos barreiras e conseguimos que o MMA se tornasse popular, dois ATLETAS que representam o esporte, dão o pior exemplo possível. Resumindo: Retrocesso no total do MMA, regredimos, os bons pagam vão pagar pelos ruins. Não podemos deixar esta atitude isolada declinar nosso esporte. Vamos voltar a luta e mostrar que como em tudo na vida existem exceções. Artes Marciais salvam vidas e é sim um esporte que predomina a disciplina e o respeito ao próximo.

Adriano Nascimento, atleta: Ele terá que aguentar as consequência do que ele fez. Não é ensinamento de um professor sábio, ele quis prejudicar a imagem de outro lutador. Não é isso que o povo quer ver.

Pércio Rodrigues, promotor de eventos: o Wanderley é ídolo no MMA mundial, é ídolo no brasil e um dos maiores representantes do esporte no Brasil, responsável pela popularização do MMA. Aquele episódio queima o filme do lutador, mas não degrine a imagem do esporte, uma discussão e sair as vias de fato pode acontecer em qualquer lugar, mas evitar o máximo é o melhor caminho. Como aquele programa trata-se de um reality show, tipo uma novela da vida real, talvez tenha um pouco de manipulação para esquentar o clima e aumentar a audiência .

Felipe Gheno, atleta: Baseado em matérias em que andei lendo, a produção do programa foi quem criou está situação entre os dois atletas. Uma pena que Wanderlei tenha aceitado tudo isso e não conseguiu se conter, mesmo com o Sonnen provocando e se fazendo de desentendido! A imagem que foi passada foi de briga e não de uma luta dentro do cage, espero que isso tudo não faça a imagem do esporte ficar mal vista, pois pontos negativos sempre serão mais comentados do que tudo o que é feito de bom neste esporte!

Elemar Ramos, atleta: Lamentável, uma grande falta de respeito entre os atletas e, com certeza, um ponto negativo para o MMA. O esporte já tem muitas criticas negativas e com o episódio do TUF, complica ainda mais a situação. Vergonhoso para o Wand e para o esporte no Brasil. Lutadores não são inimigos, devem, no minimo, um pouco de respeito um ao outro, isso sim fortaleceria ainda mais o nosso esporte.  Respeito, honra e disciplina foi o que faltou nessa episódio.

 

 

Anúncios

One Response to A briga entre Wanderlei Silva e Chael Sonnen e as opiniões de quem vive o MMA

  1. Renato Campos disse:

    Me senti frustrado, apos ficar acordado ate a madrugada de ontem, para ver uma disputa entre borrachinha e Lyotto, depois de dois grandes lutadores, trocar socos…. {CACHORRO LOUCO E SONENN,} Mas o que assisti, Foi uma { Rinha de Galos Velhos}
    SOU UM FA DE BOAS LUTAS… Espero nao ter novas decepcoes….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: