Detido pela SWAT em Miami, Thiago Silva não luta mais no UFC

Após ter sido detido por policiais da SWAT em Miami nessa quinta-feira, 06, o lutador Meio Pesado Thiago Silva, 31 anos, teve a sua primeira audiência frente a um Juiz hoje pela manhã nos Estados Unidos.

Acusado inicialmente por tentativa de homicídio com arma mortal, resistir à prisão sem violência e outras duas acusações, após entrar armado com uma pistola Glock na academia onde Thaysa Silva, sua ex-esposa, estava treinando, o lutador de MMA Thiago Silva viu retirada a principal acusação – tentativa de homicídio.

Entretanto, o Juiz decidiu que o atleta deva permanecer sob custódia, por representar um risco de vida para Thaysa, além de ter citado a possibilidade de Thiago abandonar os Estados Unidos e retornar ao Brasil. Durante a audiência, o Juiz fez a leitura de diversas mensagens de texto que o lutador enviou a esposa, com ameaças de contratar um pistoleiro para matá-la.

Ao tomar conhecimento da situção envolvendo o lutador, o presidente do UFC Dana White foi taxativo ao afirmar que ele nunca mais vai lutar no UFC novamente. O lutador tinha compromisso com o UFC agendado para o dia 15 de março contra Ovince St. Preux. Com um cartel de 16v-3d-2NC, Thiago fez a sua estreia na maior organização de MMA do planeta no UFC 71, quando venceu o americano James Irvin por TKO no primeiro assalto. Após essa luta, foram mais 11 combates no UFC, tendo duas lutas sem resultados por problemas nos exames antidoping do atleta.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: