Wagner Noronha manda um recado para Rayner Silva: “Aquele cinturão vai ser meu e o Rayner está no meu caminho”

Fazendo jus ao seu apelido de “O Possuído”, o Peso Mosca Wagner Noronha (Elite Thai MMA Team), 25 anos, demonstra determinação ao falar sobre o seu futuro no MMA, especialmente sobre sua participação na maior organização do esporte na América Latina, o Jungle Fight.

Sem lutar desde que perdeu o cinturão interino da divisão dos Moscas para Robson New, em abril no Jungle Fight 50, Noronha não deixou de treinar com a vontade que lhe é característica. “Treino todos os dias como se fosse a preparação final para minhas lutas. O Jiu Jitsu, boxe, muay thai e o wrestling estão no meu dia-a-dia”, afirmou o lutador enquanto se dirigia para mais uma sessão de preparação física em Porto Alegre.

Entre o intervalo entre os treinos, o NAS GRADES conversou com o atleta. Acompanhe:

NAS GRADES: Como surgiu o teu interesse pelas Artes Marciais?

WAGNER NORONHA: Meu interesse surgiu quando eu era criança. Sempre gostei de lutas mas não tinha dinheiro para pagar uma academia, então com 15 anos comecei a trabalhar e pude pagar e iniciei o  Jiu Jitsu na época.

NAS GRADES: E como foi a migração para o MMA?

WAGNER NORONHA: Minha migração para o MMA foi totalmente natural, pois, apesar de começar treinando Jiu Jitsu, a minha vontade sempre foi lutar MMA. Foi algo tranquilo e natural essa migração.

NAS GRADES: Como tu avalia o teu crescimento no esporte, desde os teus primeiros treinos até hoje?

WAGNER NORONHA: Meu crescimento no esporte foi um pouco rápido. E foi através de muita dedicação e força de vontade, pois nunca tive muitos recursos e hoje consegui chegar entre os melhores da minha categoria no Brasil.

NAS GRADES: Como é conciliar o trabalho e a tua rotina de treinos?

WAGNER NORONHA: Conciliar trabalho e treino tem sido cada dia mais difícil. Sinto que cheguei em um nível que, para conseguir continuar evoluindo e chegar mais longe, vou ter que me dedicar somente ao MMA.

NAS GRADES: Tu tens patrocínios que te permitam treinar com tranquilidade?

WAGNER NORONHA: Infelizmente, no momento não tenho patrocínios que me permitam me dedicar 100% ao MMA, por isso continuo trabalhando. Tenho certeza  de que me dedicando somente ao esporte, eu chegarei num nível bem mais algo. Hoje temos diversas empresas que estão vinculando suas marcas aos eventos de MMA e aos atletas. Sei que aqui no RS os empresários estão a cada dia mais abrindo os olhos ao esporte e saberão investir em atletas que estão lutando em eventos onde suas marcas tenham visibilidade.

NAS GRADES: Já lutaste pelo cinturão dos Moscas do Jungle Fight. O que falta para voltar a mirar o título? O Rayner Silva (campeão dos Pesos Moscas da organização) é o teu objetivo nesse momento?

WAGNER NORONHA: Com certeza, eu tendo apoio para me manter só treinando, eu ganharia o título. Eu estive muito próximo do cinturão e continuo querendo ele em minha cintura. Esse é o meu objetivo todos os dias quando acordo. Aquele cinturão vai ser meu e o Rayner está no meu caminho. Ele mereceu ganhar o título, mas enfrentá-lo em uma luta valendo esse título é o meu objetivo. Basta apenas o Wallid Ismail me dizer a data da luta que estarei pronto. O Jungle Fight é selva e eu quero estar no ponto mais alto dessa selva. Eu não descansarei enquanto não for o campeão do Jungle Fight.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: