Anderson Silva ídolo! …até a página 5

Ontem ídolo, hoje palhaço. Para onde foi admiração que o público tinha por Anderson “Spider”  Silva? Por que após uma derrota tudo mudou? ….

Reprodução/Twitter

Ontem ídolo, hoje palhaço. Para onde foi admiração que o público tinha por Anderson “Spider”  Silva? Por que após uma derrota tudo mudou?

.

Após dar meus pitacos nas redes sociais, finalmente resolvi usar o espaço no Donas da Bola para falar a respeito de um dos combates mais marcantes da história: Anderson Silva vs. Chris Weidman no UFC 162.
Ao longo destes quatro dias pós luta, enquanto tentava escrever a respeito, seguia lendo as notícias como de costume, e quanto mais lia mais eu atônita ficava, quanto mais lia mais me faltavam palavras para escrever sobre.
Foram muitas teorias e conspirações, de luta vendida, luta entregue por cansaço do campeão. Sinceramente e particularmente não acredito em nenhuma delas, pois quando um atleta se cansa ele se aposenta, seja fazendo uma luta de despedida ou não, tendo posse do cinturão ou não. Um atleta cansado da vida de lutador e/ou de campeão não renova contrato, apenas se aposenta. Qualquer um em sã consciência JAMAIS entraria num cage para perder, pois isso representaria muito mais que apenas uma derrota no cartel, envolve também patrocínio e prestígio. Valore$ e valores.

Entre tudo que li o que mais me chamou atenção foi a postura dos “fãs”.
É verdade que Anderson – apesar de toda exposição na mídia e milhares de seguidores no twitter – não é o mais querido entre o público, a postura adotada em seus combates e tidas por muitos como desrespeitosa o fez perder admiradores com o passar do tempo, inclusive quem vos escreve. Não é novidade para ninguém que eu, Val Carnaval, não gosto e não torço pelo Anderson. Vibrei e comemorei sua derrota sim, principalmente pelo modo como perdeu, com um belo nocaute. Porém eu seria uma completa louca e sem noção se não conseguisse enxergar o grande lutador que ele é.

O fato é que a derrota no sábado não desabona em nada o que Anderson Silva já fez até hoje. Gostem ou não, ele fez o que ninguém fazia dentro do octógono, por isso se manteve invicto por anos e inspirou dezenas, centenas, e talvez até milhares de atletas pelo mundo, entre eles, o campeão dos meio-pesados Jon Jones, o qual nunca escondeu que imita o jeito Anderson Silva de lutar.
Eu também sou dessas que não apoia o modo como Spider se comporta em suas lutas, acho que provocações são válidas e necessárias antes e até mesmo durante o combate, pois incita o adversário e a torcida, vende o show e agrada quem assiste, mas é claro que pra tudo na vida há um limite, e em alguns momentos Anderson ultrapassou este limite, na mais famosa delas contra o compatriota Demian Maia, e novamente no último sábado contra o americano Chris Weidman quando se recusou tocar às luvas antes do combate e usou o intervalo do round apenas para provocar o adversário.

Mas sejamos sensatos amigos. Todas demais provocações Anderson sempre fez em suas lutas, SEMPRE! Gostem ou não, elas sempre fizeram parte de suas apresentações. E baseado nisso que pergunto: Se ele apenas fez o que sempre fazia, por que tamanha repulsa do público? De onde veio este ódio repentino e alastrado por todas as redes? Por que em questão de minutos o até então ídolo nacional foi descrito como palhaço internacional?

Entre tantas coisas que li uma delas foi uma conversa no facebook, onde uma pessoa dizia: “A luta só pode ter sido vendida, pois um lutador não faz o que ele fez”.
Opa… Não faz o que? Perder? Porque as tais “firulas” ele sempre fez.

Entre as coisas que vi, a mais bizarra foi transmitida ao vivo pelo canal Combate. Foi simplesmente patéticover o narrador Sergio Mauricio gritar e vibrar com as atitudes de Anderson durante o primeiro round – como se fosse um fã alucinado assistindo uma edição do UFC ao vivo pela primeira vez – e o julgá-lo pelas mesmas atitudes ao final do confronto.
Cadê imparcialidade minha gente? Cadê bom senso? Cadê postura profissional? Cadê opinião própria?
O Sr. Sergio Mauricio assim como todo resto do mundo – seja da mídia ou não – tem todo direito de opinar e criticar, mas por favor, sejamos fiéis a nossa opinião e aos nossos achismos. Sejamos menos “baba-ovos” e “Maria vai com as outras”.
Porque se este mesmo Anderson Silva, com seu repertório farto de firulas tivesse vencido Chris Weidman, então ele estaria sendo chamado de gênio pela grande maioria que o criticou, com fotos espalhadas por jornais, revistas e redes sociais, onde hashtags de #Ídolo, #Gênio, #Campeão, #NuncaSerão, #Brasil, #Orgulho e afins, seriam poucas para demonstrar a felicidade geral da nação.

A luta não foi vendida e Anderson não perdeu para ele mesmo. Perdeu para um sujeito que apesar de novo é talentoso, um sujeito que soube controlar a si próprio e a maior arma do até então campeão, que é (ou era) o jogo mental. Anderson não perdeu porque quis, perdeu porque Weidman foi melhor, e perdeu porque todos que entram em um tatame, ringue ou octagon estão sujeitos a perder. Não existe luta ganha meus amigos.

Eu não sou fã do Spider e o intuito deste post não é defendê-lo, e sim tentar entender a transformação imediata no comportamento da grande massa, onde poucos o apoiaram, e destes poucos a maioria eram da imprensa, exatamente os que mais teriam motivos para cornetá-lo, já que o tratamento de AS com jornalistas nunca foi de muito amor.
Porém, quem convive com o ex-campeão garante que ele é uma ótima pessoa, pode ser, não sei. Só sei que me baseio no que vejo e no que leio. E para pessoas que estão sempre em exposição na mídia existe sim uma necessidade de cuidar bem da imagem ou correm o risco de serem julgados erroneamente, é um dos preços que se paga pela fama, e se não gostam disso que mudem de profissão ou de postura.

Portanto, com base no que conheço de Anderson Silva digo e repito ha tempos: não gosto e ele não me representa. Mas se você é um destes que vibrava com suas vitórias, sorria com suas apresentações, parava tudo que estava fazendo para ler ou assistir suas matérias, mas que agora o chama de palhaço porque perdeu, então definitivamente você precisa rever conceitos sobre o que a palavra “ADMIRAR” significa.
Porque no meu mundo, admirar alguém vai muito além de uma vitória ou uma derrota. Precisamos lembrar que nossos ídolos não são super heróis, são pessoas de carne, osso, sentimentos e passíveis de erros e acertos. Pecadores como eu e você.

“Quando as luzes se acendem, a luz de algumas pessoas se apaga. Em nosso esporte, o MMA, e especialmente no UFC, as coisas estão ficando cada vez maiores, e os lutadores estão melhorando na mesma proporção. Alguém como Anderson Silva, que é reverenciado e amado como é no Brasil, não deve deixar de ser amado e respeitado porque perdeu uma luta. Todo mundo, algum dia, tem uma noite ruim. Se vocês realmente o amam e o respeitam, mostrem isso a ele agora”, declarou Burt Watson – o homem da balança, ‘Babá das estrelas’ – em entrevista ao site Sportv, e foi a coisa mais sensata dentre tudo que li a respeito da luta principal do UFC 162.

Questão de opinião, e esta é minha!

Por Val Carnaval, postado originalmente em Donas da Bola

Anúncios

2 Responses to Anderson Silva ídolo! …até a página 5

  1. Gostei do texto, escrevi sobre também… Só não concordo que ele SEMPRE lutou assim, essa luta foi igual contra o Demian em que ele se “sentiu” superior no combate. Lutas contra Franklin, Dan Henderson, Belfort, Sonnen que corria mais riscos ele não brincou assim. Esquivas tudo bem, normal que ele faça e diga-se de passagem muito bem, mas brincar como ele fez, o soco no queixo foi mais que merecido.

    Caso queira ver a minha opinião … http://blogdoananias.wordpress.com/2013/07/07/a-soberba-caiu/

  2. JOÃO ANTONIO KUHN disse:

    FALTOU COM RESPEITO A TODOS QUE SEMPRE TORCERAM POR ELE, FALTOU COM RESPEITO AO ADVERSÁRIO, FALTOU COM RESPEITO AO ESPORTE. UM ÍDOLO TE,M QUE DAR EXEMPLO E NÃO BANCAR OU PENSAR QUE É UM DEUS, UM SER SUPERIOR.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: