Nocaute fulminante e finalizações marcam a estreia do Espartano Combat

Willian Steindorff retorna aos cages finalizando Edson Choquito

Mais um evento de MMA entrou no cenário do esporte no Rio Grande do Sul na noite do último sábado. O Espartano Combat foi realizado na cidade de Butiá com oito duelos de mixed marcial arts com um verdadeiro show de finalizações. Além das feras que brilharam dentro do octógono do Espartano Combat, as quatro belas ring girls, capitaneadas pela Musa do Octógono Thays Pires Leão, deram um show de charme, beleza e simpatia no evento que contou com os trabalhos do melhor árbitro de MMA no RS, Nelson Velasques.

“Pela primeira vez, tivemos em Butiá um evento de MMA. Tenho certeza de que o público ficou satisfeito com essa noite de grandes lutas” declarou o promotor Luiz Sampaio ao final do Espartano Combat 1.

Steindorff retorna aos cages com finalização

Após ficar afastado das lutas por um longo tempo em razão de uma série de lesões, o Peso Médio Willian Steindorf encarou Edson Choquito na luta principal da noite em Butiá. O atleta da Neo Dojo não precisou de muito esforço para ter o seu braço erguido pelo árbitro central e receber o belo troféu do evento.

Willian Steindorf  mostrou os seus conhecimentos da Arte Suave aplicando um armlock em seu oponente com menos de dois minutos de combate. Após o combate, Steindorff falou ao público, visivelmente emocionado, sobre suas lesões e seu retorno vitorioso às lutas.

Thiagão Luz e Edison Lopes brilham em lutas de Pesados

Com dois combates da divisão dos Pesos Pesados no card, os porto-alegrenses Thiagão Luz e Edison Lopes lograram êxito na noite de lutas.

O lutador da Elite Thai MMA Team Thiagão Luz, após aplicar quedas extremamente plásticas sobre o seu adversário Nei Gomes ao longo do primeiro round e dominando as ações no solo, foi declarado vencedor do duelo nos instantes iniciais do round de número dois quando, ao aplicar um chute baixo, Nei Gomes sentiu o pé e sinalizou a desistência. Mostrando que estava com a sua preparação em dia e pronto para lutar por mais um round, Thiagão comemorou sua vitória com uma série de exercícios dentro do octógono. Com a vitória, o Peso Pesado continua invicto em sua carreira no MMA.

No outro confronto entre os mais pesados, Edison Lopes (Boxer MMA) e Tito Goetz (Ying Yang) travaram durante o primeiro round uma luta baseada unicamente na trocação. Quando o segundo round mostrava que o caminho seria o mesmo, Lopes conseguiu levar a luta para o solo e começou a castigar seu oponente, quando aplicou um armlock que obrigou Goetz a abdicar da luta.

Sombra Team com 100% de aproveitamento

Com três lutadores do card do Espartano Combat, a equipe porto-alegrense Sombra Team conseguiu retornar de Butiá com seus atletas vitoriosos. No card preliminar do evento, Jeferson “Batata” Negrini encarou o duro Vinícius Fagundes (Escola Gaúcha) em uma luta onde ambos mostraram seus conhecimentos no Jiu Jitsu. Quando o cronômetro avançava para a metade do terceiro e decisivo round, Batata montou em Vinícius e aplicou uma americana fazendo com que a luta fosse encerrada.

Campeão mundial de Jiu Jitsu, Alexandre “Bambam” Machado, fazendo a sua estreia no MMA, duelou contra o atleta Mauro Alves. E o que seus companheiros de treino imaginavam acabou ocorrendo. Mostrando um domínio na luta de solo, Bambam derrotou Alves aplicando um katagatame com menos de 2 minutos de luta, estreando com o pé direito.

Sucesso igual obteve Peterson Pujol, com mais uma finalização para a Sombra Team. Medindo forças contra Leomar Mascarelo, Pujol rapidamente pegou as costas do oponente e fechou um mata-leão que encerrou o duelo. Com o resultado da luta, a Sombra Team garantiu os 100% de aproveitamento na noite.

Guilherme “Boxer” aplica nocaute em 34 segundos

Retornado ao cage menos de 30 dias de sua vitória no Golden Fighters, o lutador da Hawks Team Guilherme “Boxer” Teixeira mostrou os motivos do seu apelido. Na luta mais rápida da noite, Boxer necessitou de apenas 34 segundos para nocautear o atleta de Pelotas Rogério Muller. Com a rápida vitória, Guilherme já pensa em novos desafios na carreira, tendo luta marcada para o próximo final de semana.

Outro nocaute que ocorreu no octógono do Espartano Combat 1 foi  protagonizado pelo atleta Bruno Bastos, que duelou contra o catarinense Rafael “Ogro” Xavier. Após uma tentativa de finalização com uma chave de calcanhar, Bruno mudou de posição e puniu Rafael com uma sequência de socos que obrigou o árbitro central a interromper o combate na metade do primeiro round.

Resultados completos do Espartano Combat 1:

– Willian Steindorff venceu Edson Choquito – Finalização (armlock) – 1’46” R1

– Edison Lopes venceu Tito Goetz – Finalização (armlock) – 4’10” R2

– Peterson Pujol venceu Leomar Mascarelo – Finalização (mata-leão) – 1’33” R1

– Thiago Luz venceu Nei Gomes – TKO (desistência) – 1’14” R2

– Alexandre “Bambam” Machado venceu Mauro Alves – Finalização (katagatame) – 1’46” R1

– Bruno Bastos venceu Rafael “Ogro” Xavier – TKO – 2’24 R1

– Jeferson “Batata” Negrini venceu Vinicius Fagundes – Finalização (americana) – 2’13 R3

– Guilherme “Boxer” Teixeira venceu Rogério Muller – KO 0’34” R1

Anúncios

One Response to Nocaute fulminante e finalizações marcam a estreia do Espartano Combat

  1. Antônio disse:

    Sobre o resultado “Jeferson “Batata”(Sombra Team) venceu Vinicius Fagundes(Escola Gaúcha) R3 – 2:13″ veja o vídeo aos 1:52 e avalie você mesmo quem ganhou. http://www.youtube.com/watch?v=1gs5sC6H6Tw

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: